07/08/2015

Fundamental 2

O Ensino Fundamental II (6° ao 9° ano) abrange uma fase que afloram dúvidas e questionamentos, é um tempo de muita transformação.
Com base nos princípios Bíblicos e nos ideais do desenvolvimento intelectual e integral, o aluno no final desta etapa estará preparado para o exercício da cidadania e extensão nos estudos.
A Escola Cristã participa ativamente desta nova fase conhecimento, com novos conteúdos, tecnologia, dinâmica, criatividade e afetividade, com a participação integral e efetiva do corpo docente.
Os Professores estimulam, motivam, compartilham ideias e projetos para ampliação do conhecimento com propostas culturais e artísticas, como Feira do Conhecimento, Feira da Cultura, Projeto Literário, Teatro, e outros. Tais atividades e eventos promovem a interação Escola-Famíla, com momentos de comunhão, descontração e entretenimento.

O material do Ensino Fundamental II do Sistema Mackenzie de Ensino, assim como de todas as fases anteriores, foi produzido a partir de uma visão de mundo cristã. Isso significa que ele assume os princípios e valores básicos da Bíblia como lentes para compreender e explicar a realidade a nossa volta. Uma leitura atenta do material, sob esta perspectiva, evidenciará a presença de todos estes elementos, definidos por uma pedagogia cristã, e que hoje não são encontrados em qualquer outro material didático comercializado no Brasil.

Coleção Crescer em Sabedoria

A Coleção Crescer em Sabedoria é fruto do esforço de uma equipe de educadores para oferecer às escolas um material didático de excelência. Seu principal objetivo é proporcionar ao aluno oportunidades de aprender fatos e conceitos, trabalhar habilidades motoras e de pensamento, bem como desenvolver valores cristãos e bíblicos. As disciplinas contempladas apresentam propostas concretas para cada um dos anos letivos para atingir os objetivos que a Coleção se propõe.

Nos livros de Língua Portuguesa, Inglês e Espanhol, a cosmovisão cristã se faz presente ao reafirmar a necessidade de ordem e coerência, o que pode ser percebido na relação temática entre os textos, exercícios, capítulos e Unidades. Ainda como aplicação desse princípio, o impacto da cosmovisão cristã se vê no estudo de textos autênticos e na análise de diferentes situações comunicativas a partir da referência e estudo da linguagem formal. Ele se vê ainda na escolha rigorosa dos textos utilizados para o exercício interpretativo do aluno.

A cosmovisão cristã parte do princípio de que Deus trouxe à existência a realidade, abstrata e concreta. Por essa razão, os livros de Matemática foram preparados com recorrentes aplicações às situações concretas do cotidiano, presentes desde a apresentação do conteúdo, por meio de quadros explicativos que facilitam o entendimento dos conceitos mais abstratos até exercícios que estimulam a interação dos alunos entre si e com o meio, em diversas circunstâncias do dia a dia.

Nos livros de História, a cosmovisão cristã leva em consideração a complexidade da dinâmica histórica, entendendo que apenas um único elemento – seja ele econômico, político, cultural ou social – não permite a explicação do curso da História humana. Numa perspectiva cristã, em última instância, a direção do movimento histórico dependerá da relação do homem com Deus e daquilo ou daquele em quem sua fé será depositada. Neste sentido, a busca dos compromissos últimos de fé e dos absolutos do homem de um determinado período se constitui em uma das tarefas mais importantes do historiador e se revela um estudo de como os absolutos de fé e manifestações culturais, políticas, econômicas e sociais se retroalimentam, formando períodos históricos.

Nos livros de Geografia, se, por um lado, a cosmovisão cristã concebe como legítima a ocupação do espaço geográfico, por outro, ela se mostra consciente de que ela deve ocorrer de uma forma responsável e refletida. Na perspectiva cristã, os problemas da relação entre o homem e o mundo passam pelas vias moral e espiritual e a solução delas passa pela transformação interior das pessoas, uma mudança de mentalidade com relação a Deus, ao próximo e à natureza. Esta busca de transformação se afina com a esperança de restauração da natureza defendida e esperada pela visão cristã de mundo.

Os livros de Ciências partem do pressuposto de que a cosmovisão cristã é parte do fundamento desta disciplina. Uma vez que o método científico pode ser expresso por quatro palavras-chave – observação, hipótese, experimentação e conclusão –, a primeira contribuição da cosmovisão cristã ao estudo científico é a compreensão de que as regularidades presentes na realidade interessam à observação científica precisamente por apontarem uma ordem, um propósito de cada estrutura, de cada forma de vida e dos elementos naturais na composição do mundo que nos cerca e da qual somos parte – tanto para entendê-lo quanto para zelar por ele.

Em cada livro, permeado por uma visão inter e transdisciplinar, os alunos poderão perceber e estabelecer um diálogo entre as diferentes áreas do conhecimento por meio de atividades sérias, porém leves e lúdicas. Enxergar o mundo, os conhecimentos e as relações entre os homens sob a óptica de Deus, o Criador, é o desafio e o grande privilégio de trabalhar com esta Coleção.

Coordenadora
Alessandra Vaz de Moraes